Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Recicla-me os sonhos

                                                           Foto de leninhaf
                                                                    http://olhares.aeiou.pt/leninhafig
                                                                    http://leninhaf1.reflexosonline.com


Recicla-me os sonhos
Tenho-os gastos, inutilizados.
Estão velhos, ultrapassados.
As suas pernas encontram-se entorpecidas e não conseguem mais caminhar.
Estão trémulos como um peregrino exausto, mas sem fé que os alimente.
Recicla-me os sonhos
Tenho-os sem cor, enrugados
Murcharam com o rigor da vida
Estão inertes, indolentes
Mas estão cá...

17 comentários:

  1. esses sonhos
    (dentro de ti)
    acordam quando
    pensas neles
    e revigoram-se
    nas tuas palavras,
    silêncio, pensamentos
    ...


    Beijo carinhoso.

    ResponderEliminar
  2. Nossa me identifiquei muito com seu blog ! otimo blog pra acabar com meu tedio, \o/

    este é o meu
    http://sao-coisas-de-garotas.blogspot.com/
    bjoos. de sua NOVA seguidora ;]

    ResponderEliminar
  3. O importante,Sandra, é o desfecho... ainda estão aí,dentro de você. Eu também ando reciclando meus sonhos, só não deixo feri-los. Beijos e meus parabéns. Ah... e que música linda

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pelo seu Blog e por este poema sobre os sonhos...

    ResponderEliminar
  5. Sandra,
    Ainda tens os sonhos, o mais que importa!?

    Gostei mt daqui tb. Sigo-te do outro lado do oceano.
    Bj

    ResponderEliminar
  6. Ah que lindo minha querida.
    Também desejo reciclar meus sonhos, meus desejos.
    Você poetisa lindamente.
    E ficando aqui, eu fico a flutuar em tão linda melodia.
    Beijos ternos no teu ♥

    ResponderEliminar
  7. Nossos sonhos nossas vidas,ainda que tudo pareça escuro e ou obscuro,eles vivem dentro de mim e estão sempre a gritar que é possivel.Lindo sonhar Sandra e acreditar nestes sonhos que nos impulsionam e fazem estas belas inspirações.Muito bom,gostei.Seguindo e viajando na reflexão.Meu abraço de toda paz com sonhos lindos.

    ResponderEliminar
  8. Como vc msm disse façamos da vida um arco-íris, pelo qual possamos vislumbrar novos e belos horizontes. O bom da vida é exatamente isso, transformar o q ñ nos serve mais em forças p continuar sonhando. Bjãoo Sandra.

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito deste poema. Ah, também gosto da música. Embora viva em Natal, Brasil, sou português e gosto de fado. Saudades da minha terra! Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. Sandra, escrevestes uma verdadeira pérola, estou literalmente pasmo diante de tão belos versos. Parabéns poetisa!

    ResponderEliminar
  11. podem eles perder a cor, o viço ou mesmo o sentido. não podem é perder-se na encruzilhada de porquês estéreis...
    beijos e sonhos!

    ResponderEliminar
  12. Dá-me teus sonhos,
    cada um deles.
    Coloca-os na minha mão.
    Cerra teus olhos e
    sinta.
    Cada um deles se torna
    realidade.
    Dá-me teus sonhos.
    Agora...

    ResponderEliminar
  13. muito bem sr.ª professora, não sabia que tinha dotes poéticos, está muito bom, e tem uma boa e agradável música a acompanhar.

    ResponderEliminar
  14. Penso que é a primeira vez que venho até seu espaço. O que li, aqui, gostei e vou ser seu seguidor. Seja meu também em:

    www.congulolundo.blogspot.com
    www.minhalmaempoemas.blogspot.com
    www.queriaserselvagem.blogspot.com

    Um abração e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  15. Oi, Sandra!

    Viver sem sonhar traz rotina e tédio...Mas lindo é que seja a vida a inspirar novos sonhos...a poesia é uma forma sublime dessa fusão entre o sonho e a vida, como fala bem teu poema.

    Beijinhho,

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  16. Sandra
    vou tomar a liberdade de ficar por aqui...gostei...


    AMIGO

    Amigo é um misto
    De sentimentos múltiplos
    Amigo é muito mais
    Que a palavra amigo...

    Amigo...
    É ser...
    É estar...
    É partilhar...
    É simplesmente...
    Ser amigo...

    Amigo...
    É aceitar o outro...
    Que é muito diferente...
    Mas que também tem...
    Um coração que ama...

    E gostar do amigo...
    Como ele é...
    E saber respeitar...
    As suas diferenças...
    É ser verdadeiramente Amigo!.


    LILI LARANJO

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)