Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

quinta-feira, 2 de junho de 2011

(Foto retirada da net)



Nas louras vagas do meu cabelo
Aconchegam-se carícias.
Trazem com elas o brilho dos teus olhos
e o sal de tua boca.
Quero-as adormecidas
para sempre perdidas
entre as cordas frágeis
desta cítara ondulante
que só os  teus dedos afinam.

39 comentários:

  1. Bom dia querida amiga Sandra,

    Que lindo poder ler seus poemas...e imaginar a pessoa que a gente ama acarinhando nossos cabelos, pois em nossos corações só ele pode o fazer...

    Beijos e um dia lindo pra você.
    Ani

    ResponderEliminar
  2. E creio que a harmonia é intensa, pelos vários movimentos executados.

    Bravo.

    BJ.

    ResponderEliminar
  3. Que linda melodia dá pra imaginar quando esses dedos tocam esses teus cabelos ... LINDO! beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Sandra

    Como os cabelos nos transportam ao pleno da Alma!...
    É só guardar na memória da sensibilidade.

    Beijo

    SOL

    ResponderEliminar
  5. Fecho os olhos, aspiro o teu cabelo, sinto a melodia…
    Lindo!!!

    Não o cortes. :)

    ResponderEliminar
  6. Sandra, quanta envolvencia em tuas palavras. Subtilmente perfeito.
    Abraço amiga.

    oa.s

    ResponderEliminar
  7. Que lindo Sandra..amei o seu poema!!
    Lindo e leve! quanto sentimento..bj
    Ma

    ResponderEliminar
  8. Poema irreparavelmente romântico. E belo.


    Beijo, Sandra.

    ResponderEliminar
  9. Sandra querida, esse carinho em nossos cabelos, é algo de tão gostoso.
    Descrevestes de forma melódica, eu amei.

    Beijos com muito carinho.

    ResponderEliminar
  10. Que melodia inesquecível sem sair do tom.

    p.s: e o bebê vai bem?
    beijo Sandra!

    ResponderEliminar
  11. Uma declaração de amor perfeita, com palavras em nada adormecidas, mas sim, cheias de carinho...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  12. Sublime,Sandra, é o que posso dizer. Lindo demais! Parabéns. Beijos

    ResponderEliminar
  13. Olá Sandra
    Um belo soneto, que traduz o carinho da pessoa amada.
    Bjux

    ResponderEliminar
  14. Nada como ter sensibilidade para viver no toque toda beleza do sentimento que embala cada hora nossa.
    Lindo demais Sandra.
    Bju de luz nos seus dias.

    ResponderEliminar
  15. Minha querida

    Um poema pleno de ternura e musicalidade, adorei e deixo o meu beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  16. É lindo esse amor ondulante...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Vim aqui é um tempo de ler e admirar equilibrando nesse extraordinário poema que nos faz viajar...muito bom...
    Bjs para aquecer teu blog!

    ResponderEliminar
  18. Sandra..bom dia...em relação ao seu comentario de minha peça, tem sim o espermatoz´´oide, por isso dei nome a Peça de Vida. Vc foi a unica que comentou a respeito.
    Um beijo..e obrigada pela visita e pelos seus cimentários sempre tão gentis.
    bj
    Ma

    ResponderEliminar
  19. Caricias de amor que deixam o corpo sereno em versos de paz...beijos de bom final de semana pra ti.

    ResponderEliminar
  20. Lindo em poucas palavras e já diz tudo queria amiga.
    Um feliz final de semana beijos meus,Evanir

    ResponderEliminar
  21. Poucas palavras
    Muito significam
    Por serem sensatas
    O poema dignificam.

    Do seu poema gostei,
    Antes de terminar
    Em seu rosto encontei
    Em seus olhos, lindo olhar.

    Desejo-lhe excelente fim de semana.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  22. Harmônica melodia dos sentidos. Belo poema.

    Retribuindo sua visita e por aqui ficando. Gostei muito do seu blog.

    Bjs, Sandra.

    ResponderEliminar
  23. Não podemos escutar o som dessa melodia, mas resta-nos a beleza ondulante das palavras, como uma brisa refrescante...

    Bom fim de semana

    Runa

    ResponderEliminar
  24. Música, beleza e harmonia neste jogo de sinestésico de brilhos e gestos.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  25. Sandra..passando aqui para lhe dar as boas vindas e também conhecer este seu cantinho!.. Que lindos seus poemas!.. Parabéns por esse espetacular dom em escrever!

    Beijocas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderEliminar
  26. Que lindo Sandra, sensual e romantico ao mesmo tempo.
    Do nosso corpo pode-se tirar mesmo tantos sons, melodias tantas, bastam dedos hábeis, determinados dedos de quem nos ama a nos tocar.

    Bjo-te querida.

    Erikah

    ResponderEliminar
  27. Romântico e belo... cabelos dourados envolvidos por suave melodia poética, beijos!

    ResponderEliminar
  28. Beijo carinhoso de bom sabado pra ti querid amiga.

    ResponderEliminar
  29. tão terno e bonito****

    beijinho,

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  30. Confesso que para mim é um desafio escrever um poema para os cabelos, já tentei inúmeras vezes, mas nunca cheguei a um resultado satisfatório. Sinto-me contemplado com seus versos! Grande abraço!

    ResponderEliminar
  31. "...entre as cordas frágeis
    desta cítara ondulante
    que só os teus dedos afinam."
    Belíssimo poema.
    Gostei imenso das tuas palavras poéticas.
    Querida amiga Sandra, bom fim de semana.
    Beijos, com imenso carinho.

    ResponderEliminar
  32. Sentimento poético lindo d+!

    Beijinho Sandra.

    Fernanda

    ResponderEliminar
  33. Elevas o sabor e cor da vida “nas cordas onduladas dos teus cabelos”
    versos claros parece água de tão transparente parece o sol do tanto que nos aquece. um verdadeiro hino e louvor a beleza de ser mulher.

    sensível, poética, ultrapassas a linha da razão e entras pelo encantamento sem nenhum constrangimento abres portas, janelas... o mundo!
    obrigada pela visita, retribuindo e seguindo-te...seja muito bem vida sempre ao meu blog, e adorei seu ciber. espaço, lindo e cheio de beleza. Voltarei muitas vezes.
    beijos querida, e volte sempre... pq eu sempre vou voltar aqui.
    Beijo

    ResponderEliminar
  34. A citara é dos instrumentos que mais me emocionam, não me é difícil ouvi-la enquanto te leio.
    lindíssimo poema, lindíssimo.
    também me emocionaram as tuas palavras no meu canto, razão porque
    te convido a passar aqui:
    http://seda7selvagem.blogspot.com
    beijinho, Sandra, sou-te grata pelo carinho.

    ResponderEliminar
  35. Também gostava de escrever poesia; como não sei venho ler a tua, que é boa!
    abraço

    ResponderEliminar
  36. Também gostava de escrever poesia; como não sei venho ler a tua, que é boa!
    abraço

    ResponderEliminar
  37. Que lindo lindona e a musica nossaaa que deliciiaaaa

    beijinhos no seu coração
    carinho sempre

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)