Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Sol


Foto de LeninhaF
http://leninhaf1.reflexosonline.com
http://olhares.aeiou.pt/leninhafig


Porque vens pela manhã
Se é à noite que o meu corpo fenece
e é urgente o teu calor?
Morrem-me no peito as forças:
gélidas, pálidas...
E da boca apenas jorram
resquícios de uma lua sem prata.

47 comentários:

  1. Olá Sandra
    São os desencontros, que nos tiram a paz.
    Bjux

    ResponderEliminar
  2. Mas ele continua ali, presente... Só que "descansa" a sombra,


    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Por isso "rabisco" sobre (des)amores:)
    Bjo

    ResponderEliminar
  4. Ah, coração que não entende e sempre faz esta surpresa.Mas enfim sempre uma bela inspiração.
    Abraços ternos de paz e luz.

    ResponderEliminar
  5. LIndo questionamento,Sandra!beijos,linda semana,chica

    ResponderEliminar
  6. Um conselho
    Usa bem
    Com alegria
    O sol que brilha
    Durante o dia

    ResponderEliminar
  7. O amor não tem regras ,nme ponteiros...relógio do peito ,da alma
    saudade de você
    e muita benção pra você e seu pequeno que esta se formando
    beijos

    ResponderEliminar
  8. Precisamos acreditar sempre nos contos de fada para que se torne tudo menos dolorido...
    Bjsssssssssssssss

    ResponderEliminar
  9. Esses desencontros que batem de encontro com nossos anseios são os que doem e fazem sofrer. Mesmo assim,melhor com o desencontro que sem...
    Beijos e fica com Deus.

    ResponderEliminar
  10. Você é mesmo incrível, Sandra. Que belo dom. Não me canso de vir aqui. É uma delícia!

    Fraternal abraço e a minha admiração.
    Débora.

    P.S.: Convido você a visitar esse blog, é de uma guria, bastante talentosa, diga-se de passagem, está começando no mundo literário e claro, é sempre bom que tenha o nosso apoio, a nossa solidariedade na blogosfera. http://comoeusouaqui.blogspot.com/

    Obrigada.

    ResponderEliminar
  11. amei lindo seu blog...se puder faça-me uma visita...não me perco mais daqui beijos linda noite.

    ResponderEliminar
  12. Quente e solitário.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderEliminar
  13. Puxa, que bonito isso, Sandra...

    Bateu-me e ficou.

    beijo.

    ResponderEliminar
  14. Que beleza de poema amiga,
    lindo sandra.
    emocionou-me.
    o sol que habita em nós...

    beijinhos querida

    uma bela semana pra ti.

    ResponderEliminar
  15. A espera sofrida dum desencontro no tempo.
    Lindo poema amiga.
    beijinhos
    oa.s

    ResponderEliminar
  16. vem estrela para guiar outros rios e jorros,


    beijo

    ResponderEliminar
  17. Sandra, linda imagem e indagação... desencontros que inquietam o nosso coração e pensamento...

    Um lindo dia pra ti. Su.

    ResponderEliminar
  18. Indecifráveis momentos de desejos e solidão,,,grande beijo de bom dia.

    ResponderEliminar
  19. Bom dia,Sandra!!

    Ah!!Que lindo e intenso!!
    Beijos pra ti!!

    ResponderEliminar
  20. A amizade, nasce e cresce como flor,
    mas para ela viver,devemos cultivar com amor.
    Rega-la a cada amanhecer.
    Manter a sinceridade sempre
    Não quero sua amizade por um
    unico Dia.
    E sim para toda vida.
    Depois da flor vem a semente.
    Vamos planta-la.
    Nossa amizade enraizada.
    Até o fim da nossa jornada.
    beijos meus,Evanir.
    Obs:Devido a Tendinite.
    Estou falando a mesma
    coisa.
    Em todos os blogs.
    Minha linda Amizade.

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  22. Nasce o dia com calor,
    A noite com o luar
    Da tristeza nasce a dor
    Se o amor não encontrar.

    Lindo o seu poema,
    tenha uma linda tarde de terça-feira
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  23. Sandra querida
    Intenso... os desencontros são pura inquietação no nosso coração, machucam-nos demais. Amei amiga.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  25. Parece-me que existem noites em que o sol é tão ou mais forte que de dia...esse calor que nos reconforta a alma (e não só...lol)
    São espaços do dia propícios a outras vivências e que devemos por clamá-las!!!
    A viagem até à lua, apesar da sua aparência pálida e gélida, pode ser fonte de romantismo inesquecível...lol
    bjs grandes

    ResponderEliminar
  26. Sandra

    Pelas sombras da noite, ele dorme num abraço infinito; pela manhã explode numa auréola de Luz.

    Beijo

    SOL

    ResponderEliminar
  27. Indiquei seu blog para receber o selo "Sunshine Award", que recebi do blog "Amadeirado" da Lena e do Blog "Momentos Fragmentados" da Marilene.
    Espero que aceite com carinho, é só colar o selinho do meu blog no seu, e escolher mais 12 pessoas pra receber o selinho, e as convidar.
    Beijos e uma boa tarde de terça-feira.

    ResponderEliminar
  28. Ah, esses anseios desencontrados!
    Sandra, minha querida, lunar ou solar, essa tua inspiração caminha primorosa.
    Bj grande e bela semana pra ti

    ResponderEliminar
  29. Suas palavras sempre me encantam.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  30. Es un grato placer pasar a leerte.
    que tengas una buena semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  31. Oi linda...meu beijo pra você também
    tenha um dia de paz

    ResponderEliminar
  32. Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Virei aqui outras vezes.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  33. Sandra,

    Ficou confusa a frase do Manoel, então, acrescentei mais coisas e te trouxe na íntegra:

    'Perdoai
    Mas eu preciso ser Outros.
    Eu penso renovar o homem
    usando borboletas.'

    ResponderEliminar
  34. Sol e lua..Somos todos um pouco dos dois:)

    estás muito apurada:)

    ResponderEliminar
  35. Curti o blog,

    to seguindo, retribui??

    abraços,
    http://devilge.blogspot.com

    ResponderEliminar
  36. Que a cada amanhcer seus
    o olhos brilhem de amor.
    Aproveite a cada minuto
    com se fosse o ultimo.
    E a cada amanhecer no silencio
    do seu pensamento fique imaginando apenas
    coisas boas para sua vida.
    Abraçe com todo carinho
    somente a felicidade
    que contagia sua vida.
    Jamais se entregue ao desespero
    a vida nasce a cada manhã.
    beijos com infinita ternura,Evanir..

    ResponderEliminar
  37. A lua sem prata, jamais! Mesmo querendo ser triste tu consegue ser linda no poetar!!!!

    Bjsss

    Catita

    ResponderEliminar
  38. Que bonito, Sandra !

    As vezes também tenho urgência pelo raio do sol !

    um beijo !

    ResponderEliminar
  39. Oi Sandra!
    Eu sou de Porto Alegre, Brasil!
    Quase mesmo nome, mas tao distante!
    Acompanharei teus poemas!!
    Um beijo!
    Fabi

    ResponderEliminar
  40. Grande beijo de lindo dia de poesia pra ti amiga...

    ResponderEliminar
  41. Você é um dos anjos amigos que enchem de bençãos meus Dias.
    Meus anjos virtual que me ensinam a voar
    e mostram onde vou pousar na minha realidade.
    Com essa força que recebo tenho certeza
    Em breve só terei benção para contar
    com o carinho estimulo e aconchego
    que recebo.
    Por isso eu agradeço essa amizade
    que faze
    meus dias serem melhores e mais bonito.
    beijos no coração,,Evanir.

    ResponderEliminar
  42. Sandra,
    Sempre bom ler-te.
    Ainda há-de chegar o dia em que a frescura da manhã descobrirá o modo de aquietar as noites...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  43. Lindo poema..porem fala da solidão..que neste caso não é nada linda!

    Bj

    Ma

    ResponderEliminar
  44. QUE LINDO POEMAS, SEU BLOGS E CHEIO DE AMOR E BASTANTE DELICADO,FICA COM DEUS.QUERO APRESENTA O NOSSO PRA VC, FIQUE A VONTADE

    ResponderEliminar
  45. BELO POEMA
    A manhã traz o novo...
    Vou seguir aqui!
    Espero que possa me visitar seguir e comentar
    Beijos

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)