Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

domingo, 18 de novembro de 2012

Pedras da calçada



Foto de LeninhaF
http://leninhaf1.reflexosonline.com
http://olhares.aeiou.pt/leninhafig



Gastas  (de tanta decadência)
Polidas  (de tantos passos incertos)
Cansadas ( de tanto peso bruto)
Molhadas (do sal de tantos olhos)
Assim estão as pedras de que é formada a implacável calçada da vida.







34 comentários:

  1. Sandra,
    As pedras, ao contrário de nós, aparentemente tudo suportam. Se elas falassem...!

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  2. Elas tudo veem e estão ali, à espera sempre. Lindo!Adorei te ler! beijos,chica e linda foto!

    ResponderEliminar
  3. as pedras caladas e cientes de tantos segredos...

    gostei!

    beijo

    ResponderEliminar
  4. Adorei a forma como falas do da calçada da vida, triste, as pedras suportam, será? ou apenas não se queixam.
    Bom domingo qurida
    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  5. Gostei da metáfora, amiga Sandra. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  6. Palavras sentidas, Sandra.Belíssimo.


    Beijinhos e uma linda semana.

    ResponderEliminar
  7. Sandra Pequena e poucas palavras mas com um sentimento profundo porque são palavras das nossas pedras da vida.
    Beijos
    Santa Cruz (Diácono Gomes)

    ResponderEliminar
  8. Pelas ruas da amargura
    "Desenquadrado
    segue o destino
    no empedrado da vida
    pisa os paralelos da calçada
    gasta
    deformada."

    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Os segredos das pedras jamais serão revelados, ainda que quebradas.
    lindo, lindo!
    bjão, Sandra queridona

    ResponderEliminar
  10. Sabes, Poeta?
    Por vezes
    Também
    Me sinto pedra
    À espera
    Que me arremessem
    Com ela...

    ResponderEliminar
  11. Que divina inspiração Sandra... pedras são obstáculos necessários a lapidar os mal passos que muitas vezes damos até encontrarmos o frescor de um orvalhado jardim. Abraços e boa noite poeta!

    ResponderEliminar
  12. As calçadas que pisamos e as pedras que somos.
    É este cruzamento que nos dá vida.
    Poemas com vida, pedras que se revelam resistentes.

    ResponderEliminar
  13. Muito bom, Sandra! E profundamente verdadeiro. Boa semana!

    ResponderEliminar
  14. A vida e suas páginas e pedras.Lindo poema, parabéns.Beijos.

    ResponderEliminar
  15. Sandra,poesia sempre muito linda!Eu adorei essas pedras!bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  16. E por elas passamos, nelas tropeçamos, e muitas vezes as arremessamos ao horizonte. Mas extingui-las é sonho impossível. Grande beijo!

    ResponderEliminar
  17. Das mágoas deste chão... O nosso!

    Muito bonito!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  18. São boas verdades amiga, e em algumas delas muito mais coisas aparecem. Uma boa semana, beijinhos doces!!

    ResponderEliminar
  19. Verdadeiro e poético!

    «Um monte de pedras deixa de ser um monte de pedras no momento em que um único homem o contempla, nascendo dentro dele a imagem de uma catedral.»
    Antoine de Saint-Exupéry

    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  20. Frias, escorregadias e sem calceteiro que lhes valha...

    ResponderEliminar
  21. O estado a que chegou a calçada portuguesa...
    Belíssimo post!

    ResponderEliminar
  22. As pedras me encantam e sua reflexão me fez pensar nas pedras que encontramos ao longo da caminhada e quantas delas nós pulamos, não as enfrentamos e com isso deixamos de aprender algo que nunca mais aprenderemos, por que o ensinamento esta justamente naquela pedra.
    Quando era criança tinha o costume de toda pedra que eu tropeçava eu pegava, levava para casa, lavava e colocava na minha casinha, mas um dia elas se foram. alguém jogou-as fora, eu gostava de brincar com elas.
    Querida Sandra, muito obrigada por esse momento e pelas boas lembranças que você me trouxe.
    Um beijo em seu coração sempre.

    ResponderEliminar
  23. Lindas palavras Sandra! A foto é tbm ela maravilhosa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Achei mesmo muito lindo
    Belas palavras
    Deixo um abraço carinhoso
    Bjuss
    Rita!!!!

    http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  25. Perfeito. É assim mesmo a calçada da vida.

    Parabéns. BShell

    ResponderEliminar
  26. Pedras.
    De tão inertes se tornam pensantes com tão maravilhosa poesia!
    Quanta sensibilidade, Sandra.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  27. Lindo poema! E assim vamos caminhando. As pedras aceitam o nosso peso e se desgastam à nossa passagem mas continuam lá sempre à nossa espera. Bjs. Ailime

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)