Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Nunca saberás...




Imagem retirada da net






Do fogo que me queima
Do vento que me acalma
Da água que me nutre
Nunca saberás…


A dor que calo em mim
Os sonhos que adormeço
Os medos que embalo
Nunca saberás…

As emoções que alimento
Os desejos que enfrento
Os prazeres que sacio
Nunca saberás…

Nunca saberás porque apenas me olhas.
Olhas-me e não me vês.
Fecha as tuas pálpebras , amor 
e deixa-te levar pelos faróis da alma,
Esses que conduzem o ser ao porto seguro da vida.
Aí sim, me verás.
Verdadeira.
Nua.
Tua.




45 comentários:

  1. Minha querida, arrasou!!!
    Sim, ver além do que o olho humano é capaz, pra só assim nos conhecer realmente.
    Os olhos da alma nos veem com transparência.

    Lindo poema!!
    Amei!
    Beijos e um delicioso verão que por aí se inicia.
    Beijos nos meninos.

    ResponderEliminar
  2. Fechar os olhos para ver e todos os segredos se desvendam na alquimia do ser-se inteiro.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Que coisa linda de poesia,Sandra!Sublime inspiração!bjs,

    ResponderEliminar
  4. O amor sentido, é a música que ilumina a alma. Escutêmo-la...
    Bj
    J

    ResponderEliminar
  5. E ele, depois de ter fechado os olhos e segurado na sua mão, murmurou-lhe ao ouvido: Andava cego, meu amor...

    Beijinhos para a Poetisa!

    ResponderEliminar
  6. Maravilha ,Sandra!!Linda e intensa!!beijos,chica

    ResponderEliminar
  7. Uau!
    Que lindo!
    Quanto amor, quanta sensualidade,eu adoreiiiiii.
    Um beijo em seu coração Sandra!

    ResponderEliminar
  8. infelizes aqueles que têm olhos a não sabem ver...

    bem visto...

    beijo

    ResponderEliminar
  9. Sublime minha querida!
    triste daqueles que tendo mesmo à frente dos olhos e não vêm, triste dos que colocam a venda para não quererem ver.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Palavras que deixam fluir sentimentos! Gosto muito da forma como escreves! Bjs

    ResponderEliminar
  11. Por que razão esconder
    O fogo que a queima
    Não tenha palavras para responder
    A este tão lindo seu poema!

    Contudo, as tenta encontrar
    Devagarinho lá vou indo
    Porque sou alentejano tenho vagar
    E as respostas para dar descobrindo!

    Amiga Sandra, muito lindo
    Tento certo responder
    Rimando e sorrindo
    Para as tristezas esquecer!

    Boa quinta-feira, e beijinho
    para você, amiga Sandra.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  12. Lindo,lindo,lindo! bateu fundo em mim.
    meu beijo!

    ResponderEliminar
  13. Maravilhoso o poema! E há tantos olhos que não enxergam... infelizmente!
    Bj imenso, poeta

    ResponderEliminar
  14. Os verdadeiros sentimentos muitas vezes não são percebidos pela pessoa que os provoca...beijos amiga e um belo final de semana pra ti...

    ResponderEliminar
  15. Can't take my eyes off you...
    Can't take my mind off you...

    Abraços, Sandra.

    ResponderEliminar
  16. Um belo poema de amor, encantamento, entrega. Posso não saber, mas ao menos imaginar... Parabéns poetisa!

    ResponderEliminar
  17. Buona giornata e felice fine settimana...ciao

    ResponderEliminar
  18. Você precisa saber que ganhei uma indireta chamando a minha atenção por não ter colocado o nome do seu blog, e peço desculpas aqui. Agora mais 1 com o nome do blog. Um abraço e bom domingo à você, Yayá.

    ResponderEliminar
  19. o olhar debruça-se sobre as varandas do infinito, esse lugar indefinido que, mesmo sentindo e sabendo existir, não vemos. eis o desafio.

    beijinho, sandra!

    ResponderEliminar
  20. Claro que sabe:)! Então através de um poema destes!
    Bjo

    ResponderEliminar
  21. Porque os olhos alteram a nossa percepção das coisas.
    O melhor de tudo, apenas se vê de olhos fechados!
    Gostei muito Sandra.

    Beijinho
    Sónia

    ResponderEliminar
  22. Se é assim, eu vou fechar os olhos e mergulhar em ti, meu amor! Um beijão.

    ResponderEliminar
  23. Sandra,passando para reler e me encantar mais um pouco!bjs,

    ResponderEliminar
  24. Os olhos não trazem conhecimento, por mais que mantenham o foco. Não são necessários para se ler a alma e os sentimentos. Lindo, Sandra! Bjs.

    ResponderEliminar
  25. Que poema lindo Sandra!
    Já cheguei amando tudo por aqui.
    Lindo e instigante, leve e forte ao mesmo tempo...ADOREI...beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Minha querida

    Uma presença ausente...um ver sem olhar.
    Como sei do que falas no teu poema sublime.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  27. Um belo dia pra ti minha amiga querida..beijos.

    ResponderEliminar
  28. Olhar sem ver...ás vezes é preciso os olhos fechar, para se ter noção de certas coisas...quando se vê...Lindo o seu poema. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  29. Talvez a maior solidão de todas... estar acompanhado de alguém que não nos vê.

    Lindo, Sandra.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  30. Pouca gente saberá, Sandra a música da nossa alma.
    Ouvem mas não escutam.
    Olham mas não vêem.
    E o mais importante está bem no fundo de nós.
    Lindo o seu estilo poético. Lindo esse descobrir-se da essência que nos faz.
    Parabéns. Aprecio muito a sua costrução poética
    Obrigada pelas suas carinhosas palavras!
    Grande abraço, Sandra

    ResponderEliminar
  31. Nem sempre se vê o que está escrito na alma...
    E o porto seguro da vida é o que se vê para além do que está visível....
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  32. Amiga Sandra, não basta apenas olhar, temos que ir muito mais além do que isto. Obrigada por tua presença no meu espaço, beijos de coração.

    ResponderEliminar
  33. Nossa! se eu estivesse perto de você, daria-te um beijo.
    Lindo!


    Perdão pelo comentário automático:
    Adorei sua presença no Blog bar do escritor. Obrigado pela força. Uma semana bacana pra ti.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  34. Sandra, tudo bem?
    Lindo poema!
    Cada pessoa enxerga apenas no alcance de sua visão, que às vezes é nenhuma...

    Beijos para ti e teus filhos!

    ResponderEliminar
  35. Minha menina branquinha !!!!!
    Tão linda e encantadora!!!!!
    E o filhinho como vai?
    O poema é encantador na essência das palavras...onde o poeta revira o que tem dentro da alma para expor...
    bjsssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  36. Olhar só não chega! É preciso ver com o coração! Ver toda a essência.
    Beijito :)

    ResponderEliminar
  37. Lindo pedido sensual e candido. Amei o poema e a sua suavidade tão natural!

    Maria luísa

    ResponderEliminar
  38. As vezes não saber , é imperdoável ...!

    Coisa linda seu poema !

    Um beijo grande !

    ResponderEliminar
  39. Querida Sandra..

    As vezes a felicidade esta tao perto de nossos olhos que acabamos por nao enxerga-la!
    Lindo teu poema!!

    Um beijo...

    ResponderEliminar
  40. Pena que nem sempre se veja para além do que a visão alcança... o coração são os olhos da alma, este devia ser sempre o nosso guia, para nós e para os outros.

    Lindo poema Sandra
    beijinhos
    cvb

    ResponderEliminar
  41. Coitado e todo ele que nunca saberá. Muito lindo! Beijos, Sandra.

    ResponderEliminar
  42. penso que do melhor de nós, nunca sabemos dizer.
    e do melhor de nós, só muito poucos conseguem alcançar, enxergar...
    e é curioso e estranho, como mesmo não nos enxergando por vezes nos conquistam...
    gostei do teu poema, muito sentido e real.
    beijos, Sandra.

    p.s. - novidades do caçulinha?!!! :))))))) [são o degrau que impulsiona a subida, né?!....]

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)