Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Foste viver com os peixes...



Foto de LeninhaF
http://leninhaf1.reflexosonline.com
http://olhares.aeiou.pt/leninhafig


Naquele dia decidiste ir viver com os peixes.
Não te doeu o corpo da dureza das rochas.
Não te arderam os olhos do sal das marés.
Atraiu-te a beleza dos corais, o brilho do nácar, a força dos cardumes.
Encantou-te a cor das anémonas, a calma das vinagreiras, o silêncio das algas.
E eu fiquei aqui, presa na minha escarpa de anseios,
esperando dia após dia
reencontrar os teus olhos na cor das águas
e sentir os teus lábios no rebentar das ondas.




43 comentários:

  1. Mais um lindo poema!
    Nas tuas mãos, Sandra, até a ansiedade de ver chegar, aquele que partiu, fica assim...sublime!
    Gostei muito!

    Beijinhos
    Sónia

    ResponderEliminar
  2. A cada nova poesia tua, Sandra querida, eu fico encantada.
    Essa me deixou arrepiada, reencontrar os olhos na cor das águas e sentir os lábios no rebentar das ondas...mágico.

    Meu carinho, sempre.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Que coincidência, estava eu aqui a te ler, e quando chego no meu blog, tu tinha estado lá a me ler.
    :)
    Obrigada pelo carinho.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Com os peixes decidiu ir viver
    Para navegar nas ondas do mar
    Na areia lindos poemas escrever
    Beijar doces lábios de noite ao luar!

    Obrigada amiga Sandra pela sua visita,
    beijinho, e bom fim de semana para você.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  5. Corrijo a palavra obrigada para obrigado.

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito e intenso, com cheiro a mar.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  7. Ah que doce espera! amei.

    Agradeço tua visita e as gentis palavras.

    [contém 1 beijo]

    ResponderEliminar
  8. Sandra,que poesia mais triste e comovente!Vc é demais,ficou linda e adorei a foto tb!bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  9. O canto da sereia pode ser irresistível.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  10. que fortes versos de sentir..
    relendo ...
    beijos querida..

    ResponderEliminar
  11. Não há que admirar
    O destino é o mar
    E, a ti poeta,
    Resta-te mais que a espera

    é um belo poema (meu signo é peixes...)

    ResponderEliminar
  12. Intenso e triste!
    Fica a saudade de ver quem partiu!

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  13. Linda e emocionante, como sempre,Sandra!!Adorei!beijos,chica

    ResponderEliminar
  14. Ser daltónico não me impede de te oferecer uma cor. Aceitas o verde esmeralda?

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  15. E quantos sentimentos se desfazem nessas ondas,,,,beijos amiga e um belo final de semana pra ti.

    ResponderEliminar
  16. As ondas levam, as ondas trazem
    A maresia é feita de vários odores e o mar nem sempre tem
    os mesmos encantos
    Encantadora é esta poesia Sandra. Um estilo inconfundível
    Grande abraço

    ResponderEliminar

  17. Oi Sandra,

    A poesia é linda e está emoldurada por uma bela foto.
    Doce sensibilidade.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. Que sublime inspiração, Sandra!
    Um poema belíssimo e profundo de uma sensibilidade que me tocou muito.
    Obrigada.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Muito bom teu poema, Sandra. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  20. Ali, onde o mar abraça a areia... onde a onda anda ainda, indo e vindo... onde os penhascos choram saudades salgadas.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  21. Sandra, querida!
    Belo poema!
    O mar parece ter mesmo duas dimensões: a que tudo leva, e a que tudo traz. Assim como as ondas e toda sua dinâmica.

    Grande abraço para ti e tua família!

    PS.: Estou apenas dando uma parada no blog, não estou terminando com ele. Preciso um tempo para aproveitar mais minha família (tenho uma filha de cinco anos), mas retorno. Agradeço as palavras por lá!

    ResponderEliminar
  22. Um belo sábado pra ti minha amiga querida,,,,beijos e flores....

    ResponderEliminar
  23. Fantástico, este regresso às origens, dando a mão à natureza. bjs

    ResponderEliminar
  24. Fico feliz em perceber que certas pessoas,
    como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
    Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
    melhor de todos os passageiros.
    Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
    e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
    com certeza,o vagão é o mesmo.
    Com saudades desejo um feliz Domingo,
    beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
    A Viagem..

    Amiga como esta sua bebe?Já tem um ano??

    ResponderEliminar
  25. Belo dia de domingo pra ti amiga querida !
    sempre navego no teu poetar e bebo tuas palavras...lindo!!!!!!!!!!!
    bjs de dia de domingo!

    ResponderEliminar
  26. Muito belo poema...e quanta sensibilidade ao escrever. Gostei muito Sandra. Beijos carinhosos para ti amiga.

    ResponderEliminar
  27. Aqui sente-se a poesia. Existe um jogo entre o mar e as suas ondas e correntes Vive-se a saudade presa numa escarpa.

    ResponderEliminar
  28. Uma espera construída com tanta sensibilidade, evocando belezas cristalinas, só merece aplausos. Lindo! Bjs.

    ResponderEliminar
  29. Uma poesia bela como a água do mar.. que vem e espraia-se na areia, à espera de beijos molhados. Maravilhoso!
    Beijo amigo.
    Graça

    ResponderEliminar
  30. o inevitável naufrágio e a espera

    beijo

    ResponderEliminar
  31. Olá Sandra querida


    Lindo poema.

    Beijos e boa semana.
    Ani

    ResponderEliminar
  32. Lindo poema Sandra!
    Um tantinho melancólico, doeu aqui, mas é lindo.
    Gosto muito de ler você, sempre me faz refletir.
    Um grande beijo em seu coração e tudo de bom sempre.

    ResponderEliminar
  33. Olá Sandra, bela fotografia e poema...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  34. O sentir e o sentido do teu Poema, transporta-nos para além do horizonte.
    Esperar é a virtude dos que persistem em viver.
    Lindo


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  35. Um belo canto de amor, espera, lembranças... Lindo!

    ResponderEliminar
  36. Minha querida

    Que belo momento de poesia que nos transporta por dentro da tua alma numa melancolia sublime.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  37. Amei suas palavras, amei aqui!!
    Obrigada pela gentil visita!!

    Beijinhos!!♥

    ResponderEliminar
  38. Lindo poema. Que nunca lhe doam as palavras, para que continue a maravilhar-nos com a sua poesia.

    Bjs!

    ResponderEliminar
  39. O mar também faz doer as palavras que escrevem dele, apesar de belas.

    Gostei muito...
    beijos Sandra
    cvb

    ResponderEliminar
  40. Sandra, deixei um presente para ti aqui, http://soniagmicaelo.blogspot.be/2012/10/uma-visita-han-sur-lesse.html
    Fica à vontade para o aceitar, ou não!
    Não é hábito eu participar nestas brincadeiras, mas já não vou sabendo como dizer que não!

    Beijinho
    Sónia

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)