Sou

A minha foto
Portalegre, Portugal
"Sonho que sou alguém cá neste mundo... Aquela de saber vasto e profundo, Aos pés de quem a Terra anda curvada! E quando mais no céu eu vou sonhando, E quanto mais no alto ando voando, Acordo do meu sonho...E não sou nada!..." Florbela Espanca

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Pássaro azul...



Persegue o cheiro a jasmim que exala dos longos cabelos.
Conhece de cor os seus passos.
Leves.
Compassados.
Como uma angelical melodia.
Alcança-a com os lábios.
Sente os dela nos seus.
Quentes.
Carnudos.
Como uma romã sumarenta e doce.
Despe-a com o olhar.
Nos ombros beija a ternura
E nos seios suga a vida palpitante de emoção que aí se aninha.
Afaga a meiguice das ancas.
Rende-se à força húmida das coxas.
Entra nela com a suavidade de uma manhã de primavera.
Os raios de sol aquecem o quarto.
Os sentidos aquecem os corpos.
E ainda duvidas que há pássaros azuis?

36 comentários:

  1. Sensualidade...pura...


    Beijinho e bom fim de semana.

    Ana

    ResponderEliminar
  2. Olá Sandra,
    Muita sensualidade no teu poema, belo como sempre.

    Mas....estás mesmo a falar de pássaros azuis, não estás?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. belíssimos versos em cor de amar..
    seria o azul?
    beijos querida e obrigada sempre..

    ResponderEliminar
  5. Pássaro azul a voar
    O desejo de louco amor
    Onde se pode encontrar
    Em qualquer lugar uma flor!

    No campo ou no jardim
    Sobre as flores, pássaros a voar
    Ser tão lindo amar assim
    Aqueles dois o exemplo estão a dar!

    Muito lindo e doce amar assim.

    Bom fim de semana para você,
    amiga Sandra, um beijinho.

    Eduardo.

    ResponderEliminar
  6. Lindíssimos.;Pra ler, reler e acreditar cada vez mais no pássaro azul...beijos,chica

    ResponderEliminar
  7. Na estreia da visita a este blogue, tenho pela frente um belo texto com sabor a erotismo.

    Gostei.

    ResponderEliminar
  8. Olá Sandra, maravilhoso poema com a doçura e a sensualidade que se deseja. Amei de verdade. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  9. É como se diz por aqui _ com um poema assim estamos a ver passarinhos verdes...também ! rs
    Muito lindo Sandra
    quente como o verão do Brasil .

    ResponderEliminar
  10. Sensual o teu poema querida!
    E queres saber, eu não duvido da existencia dos pássaros azuis.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  11. Teus versos
    Sussurrados
    Provam a existência dos pássaros

    ResponderEliminar
  12. Boa noite querida !!!!
    Foto magnifica para simbolizar um belíssimo poema ...uma declaração de amor ...num poema que tudo se transforma em azul...
    bjs de dia de domingo !!!!!!

    ResponderEliminar
  13. Não, não duvido nem um pouco, que existem pássaros azuis. Eu sou um deles, duvidas! Meu beijo.

    ResponderEliminar
  14. "há um pássaro azul no meu coração
    que quer sair"

    Charles Bukowski


    beijo

    ResponderEliminar
  15. O pássaro azul da paixão. Belissimo poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  16. Fase azul na pintura,
    Na poesia, fase anil;
    Paixão, volúpia, loucura,
    Em África e no Brasil.
    Vêm da terra portuguesa
    Num canto de tal beleza
    Versos de Sandra Subtil.


    Lírico, erótico, magnífico! Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Sandra,vc é mesmo uma escritora de grande sensibilidade!Linda sua poesia!bjs,

    ResponderEliminar
  18. Brilhante sensibilidade!

    Tenha um ótimo domingo...

    ResponderEliminar
  19. Oi Sandra querida

    Nenhuma dúvida.
    Eles existem e sobrevoam o leito dos apaixonados.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  20. Até pássaros azuis às riscas existem...
    Excelente poema, adorei.
    Sandra, minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  21. Minha querida Sandrinha

    Que lindo pássaro azul (amor) que descreveste neste belo poema cheio de sensualidade e que eu adorei como sempre.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  22. Não duvido dos pássaros azuis, cantados com o encanto das cores com que os sabes pintar.
    Uma sensualidade doce!
    Adoreim Sandra
    Beijinho

    ResponderEliminar
  23. os pássaros azuis fazem seus ninhos nas camas aquecidas
    belo, belo!
    bj, minha querida sandra

    ResponderEliminar
  24. Minha Querida.
    Eu não me senti muito a vontade desde ontem por isso voltei aqui hoje
    muitas vezes derrapamos nos comentários.
    Eu acredito que muitas vezes estamos vunerais
    e sensível nos últimos tempos estou assim.
    Seu poema é simplesmente lindo como todos
    que já tive oportunidade de ler sempre digo.
    Em cada casa em Portugal existe um poeta ou uma poetisa.
    Eu através de pequisa descobri que
    Portugal tem o bom habito da leitura estão na lista dos Paises que mais lê.
    Uma feliz semana ,Evanir.

    ResponderEliminar
  25. Lindíssimo por deveras... A P L A U S O S poetisa Sandra!

    ResponderEliminar
  26. .


    Ui! Olha como eu fiquei...
    Agora é a tua vez de ficar
    como os meus textos te
    deixarem...

    Beijos,

    silvioafonso







    .

    ResponderEliminar
  27. Há grande beleza na sensualidade de seus versos. Com esse encantamento, de nada se duvida. Bjs.

    ResponderEliminar
  28. de uma sensualidade vibrante. delicada e terna...

    muito belo. o poema...

    beijo

    ResponderEliminar
  29. Azuis... claros e escuros
    de todas as cores
    e sabores
    como os amores.
    :)

    ResponderEliminar
  30. Sensual e sensível como o amor é. Beijos querida amiga, obrigada por sua visita no blog, estou bem e voltando de férias. (www.sfborboleta.blogspot.com.br - VIVÊNCIAS...)

    ResponderEliminar
  31. Paixão nos cinco sentidos...como uma rosa desabrochando ao calor dos beijos do sol. Adorei.
    Beijos
    Graça

    ResponderEliminar
  32. Seu blog é óptimo,gostei dou-lhe meus parabéns.
    Com votos de grandes vitórias.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, faça-o de forma a que possa encontrar seu blog para segui-lo também.
    Sou António Batalha.

    ResponderEliminar
  33. Como posso duvidar minha amiga :)))

    Intenso, belo e muito sensual, gostei de verdade.

    beijinho

    ResponderEliminar
  34. Poema de rara beleza, sensual, claro como o Amor azul.

    Beijos



    SOL

    ResponderEliminar

"A poesia é o sentimento que sobra ao coração e sai pela mão."
(Carmen Conde)